Rancho Dantas

Espírito Santo, Brasil

Cana de Açúcar, Frutos Vermelhos, Tabaco

250g
3 × 250g
Limpar

Sabores de cana de açúcar, tabaco e frutos vermelhos. Um perfil de café brasileiro onde são realçadas todas as notas dos frutos do bosque.

 
 

Sabores de cana de açúcar, tabaco e frutos vermelhos. Um perfil de café brasileiro onde são realçadas todas as notas dos frutos do bosque.

Acerca do produtor

O Pedro e Gracilda di Paula nasceram, cresceram e conheceram-se na roça de café. As suas famílias eram vizinhas e seus respetivos avós eram próximos. Quando se casaram, decidiram comprar a sua própria fazenda. “O Pedro trabalhava com o pai que herdou terras da família italiana que veio para o Brasil durante a colonização. Precisávamos de nossa própria terra para fazer as coisas à nossa maneira e ganhar a vida”, diz Gracilda.
Desde crianças trabalham a terra e, embora as práticas agrícolas tenham mudado muito, a forma como as suas famílias cuidavam a terra de forma tradicional continua firmemente enraizada nelas. É por isso que sua fazenda permaneceu bonita, saudável e produtiva, com mais de 25.000 pés de café. “Precisamos de água, precisamos de animais, precisamos trabalhar em harmonia. Aprendi isso com meus pais. Temos sorte que os agrônomos que nos ajudam compartilham esses mesmos princípios. É assim que produzimos aqui um café de qualidade. É inconcebível derrubar a floresta e prejudicar tudo ao nosso redor ”, diz Pedro. Há 18 anos, impulsionados pelos preços de mercado e por uma tendência dos produtores da região, eles começaram a trabalhar com cafés para processamento de mel e focaram a sua estratégia na melhoria da qualidade. “Sempre quis trabalhar com um produto de qualidade e sei que quem está no final da rede vai ficar feliz em tomar meu café. Infelizmente, há 10 anos entregamos os nossos cafés às cooperativas e, mesmo que produzíssemos os melhores cafés, nunca saberemos ”.

Foi depois de muitas conversas, visitas e centenas de amostras que puderam encontrar a melhor receita de uma bebida de qualidade. A colheita manual seletiva é a norma na fazenda. Depois de colhidas e despolpadas, as cerejas são transportadas para pátios cobertos para a primeira etapa de secagem, que dura 3 dias. “Qualquer fermentação ruim estraga o café. É por isso que este primeiro passo merece atenção especial. Temos que cuidar das cerejas para fugir do que chamo de zona de perigo. Quando a humidade das cerejas é baixa, dirigem-se a um segundo pátio coberto onde secam ao nível certo sob o olhar atento do casal. Qualquer ajuda da família e dos vizinhos no campo e na apanha é sempre bem-vinda, mas eles preferem cuidar sozinhos da secagem. “Nosso processo de secagem leva entre 15 e 20 dias. Movimentamos e espalhamos as cerejas constantemente até que cheguem ao ponto ideal com a qualidade que procuramos ”, diz Gracilda. Na família Di Paula, durante a colheita, a jornada de trabalho começa às 5h e termina às 21h. Cada um tem sua missão. Pedro é o homem do campo e quem administra o despolpador. Gracilda, além de cuidar da casa, dos animais e da filha de 10 anos, administra o pátio secante que fica ao lado da casa. “Dá muito trabalho. Estamos sempre ocupados, colhemos, fazemos polpa e movemos as cerejas nos pátios até aos domingos. Se chover, trabalhamos ainda mais e não descansamos, esse é o preço a pagar por uma boa produção. café especial! », explica Gracilda.

Acerca Rancho Dantas

Produtor

Família Di Paula

Região

Espírito Santo, Brasil

Altitude

800 - 1000 m

Variedades

Catuái 144

Colheita

Jan - Mar

Processo

Natural

Outras pessoas também compraram.

Guias de brewing. Saber mais.